Livro · Resenha

Resenha: A Fúria e a Aurora, de Renée Ahdieh

Olá pessoal! Dando sequência à série de resenhas aqui do blog, hoje vamos conhecer um pouco mais do livro A Fúria e a Aurora, da autora Renée Ahdieh. Essa resenha faz parte do Desafio Literário do Momentum Saga, cuja meta que escolhi para o mês de janeiro foi um livro escrito por uma mulher.

O LIVRO

A FÚRIA E A AURORA é o primeiro livro de uma série que faz uma releitura da famosa história d’As Mil e Uma Noites, clássico da literatura mundial. Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado.

capa-a-fu25cc2581ria-e-a-aurora

Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga. Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.

LITERATURA E REESCRITURA

Como acontece com muitas histórias que vão parar no domínio público, cedo ou tarde alguém decide usá-las de alguma forma. E com As Mil e Uma Noites não foi diferente. O que a autora faz não é novidade, inclusive em tradução, chamamos isso de reescritura. Mas a roupagem que ela dá à história é completamente nova. Ela não só reescreveu a trama ancestral de Sherazade e seu califa, mas também acrescentou o seu toque autoral à fabula árabe. O leitor se deixa levar pela narração e a cada página virada a vontade de continuar lendo aumenta. Assim como na versão original, Sherazade prende a nossa atenção como prendeu a atenção do califa e quando chegamos ao fim, fica difícil segurar a vontade de ler a continuação (que infelizmente só sai em fevereiro).

ESTRANHAMENTO

À primeira vista, o livro pode causar um certo estranhamento num leitor que não esteja habituado a suspender sua descrença com relação à histórias de fantasia fora do padrão Game of Thrones e O Senhor dos Anéis. Não existem elementos da fantasia européia na história de Sherazade, tudo que conhecemos através de sua narração reproduz a sociedade e costumes do oriente médio, e isso ainda é completamente desconhecido para muitos. Não que seja necessário ficar horas pesquisando sobre o assunto, mas é necessário sim ter em mente que se tratam de personagens não caucasianos, não europeus e não convencionais. De fato, um dos pontos fortes de A Fúria e a Aurora são os seus personagens. Através deles é possível ter uma noção de como era o oriente do passado sem precisar recorrer a livros de história e afins.

E um outro ponto que merece destaque é a tradução feita de The Wrath and the Dawn. A leitura é fluida, quase como se a história tivesse sido escrita em português. Embora se saiba que, para que a leitura seja assim fluida é preciso que o tradutor se torne completamente invisível – ou seja, é essa invisibilidade que cria a sensação da história ter sido escrita em português –, a tradutora Fabienne Mercês fez um excelente trabalho ao recontar a narrativa de Sherazade e Khalid.


Título: A Fúria e a Aurora
Autora: Renée Ahdieh
Tradução: Fabienne Mercês
Editora Globo Alt
Páginas: 336
Compre: Amazon
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s